tanatat / stock.adobe.com

Cidades registram calor extremo no hemisfério norte; veja dados

fotokitas / stock.adobe.com

A Organização Meteorológica Mundial (OMM) das Nações Unidas diz que já tem dados suficientes para afirmar que julho foi o mês mais quente da história da Terra.

olga_demina / stock.adobe.com

De acordo com o observatório europeu Copernicus, anomalia de temperatura foi tão grande que o recorde foi confirmado antes mesmo do mês acabar.

AddMeshCube / stock.adobe.com

Especialistas apontam que o calor era previsto, mas não imaginavam que fosse ocorrer tão rapidamente.

Calor de cidades no hemisfério norte

Tanapat Lek,jew / stock.adobe.com

Veja dados que mostram o motivo para julho ser considerado o mês mais quente da história >>

Tom Wang / stock.adobe.com

A cidade de Xinjiang, no noroeste asiático, registrou 52°C. O recorde no país era de 50,3°C, em 2015.

Recorde na China

 Katrina Brown / stock.adobe.com

No Vale da Morte, na Califórnia, o calor registrado foi de 53°C, quase batendo a marca histórica na Terra, de 56°C registrados.

Sufoco nos EUA

Stefano Zaccaria / stock.adobe.com

Projeções indicam que as ilhas da Sardenha e da Sicília podem atingir 46°C ainda neste verão.

Suor italiano

Cara-Foto / stock.adobe.com

O tempo seco na Grécia acabou desencadeando queimadas florestais, fazendo com que cerca de 1,2 mil crianças fossem evacuadas de um acampamento de verão em Loutraki.

Evacuação grega

Acompanhe as últimas notícias em GZH